segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Opas na procissão da vila das Lajes, ilha Terceira, Açores








A palavra opa é uma palavra muito versátil, que designa várias situações:
Usada como substantivo refere-se  a uma espécie de capa sem mangas, com aberturas onde se podem meter os braços, usada nas cerimónias pelos irmãos das  confrarias e irmandades religiosas à qual também se dá o nome de balandrau. Também pode ser usada como interjeição para exprimir espanto admiração ou surpresa perante qualquer situação ou acontecimento, e ainda pode ser usada como acrónimo ou sigla,  para designar  oferta pública de aquisição de acções, que é uma operação pela qual um accionista ou sociedade compra acções de uma empresa cotada em bolsa.
Num campo menos sério, pode encontrar-se esta palavra, a designar uma grande bebedeira, isto no Minho e no Brasil designa uma festa animada,farra, folia ou pandega.
Posto isto, e como não sou de dar ponto sem nó, aproveito o exposto para chegar a brasa à minha sardinha e para dizer:
-Opa! Adorei ver os meus primos, muito compenetrados, vestindo a sua opa, integrados nas alas da linda procissão de ontem, na vila das Lajes, que tenham muita saúde e vida para o fazerem por muitos anos...
E já agora desejo que as festas profanas que se vão realizar ao longo da semana seja , como se diz no  Brasil, uma grande opa, isto é, haja  muita animação, folia e pandega.

Sem comentários:

Publicar um comentário